Cachoeira de Santo Antônio (poço e topo)

Localização: Raposos, MG.
Estrada: aproximadamente 70km de Belo Horizonte.
Trilha para o poço: 750m | Leve | A pé, bikes, motos e jeeps.
Características: Ambiente muito natural e lindo.

 

A Cachoeira de Santo Antônio é uma das mais belas cachoeiras próximas de Belo Horizonte.
Sua queda tem aproximadamente 20 metros, o poço é extenso com partes rasas ( como “prainha”) e outras mais fundas.

Os carros comerciais devem ser estacionados a 750m da cachoeira. Mas ela é excelente pra trilheiros (jeep, moto ou bike), que conseguem chegar até a beira do poço.

Estacionamos o carro no ponto verde

O volume de água, durante a nossa visita, estava baixo. E assim podemos perceber que a água sái de um buraco na pedra.

Todo o ambiente é muito bonito! Cercado por árvores e paredões de rochas.
O alerta é pra que os turistas não se aventurem sob a queda. Existe ali um sumidouro, devido a força da água, e o risco de afogamento é grande.

Decidimos subir até o alto dessa cachoeira. A trilha até lá é de nível muito pesado. Nada aconselhável para quem não tem experiência, por não permitir erros. Um escorregão qualquer por ali, pode trazer graves consequências.

A trilha beira o despenhadeiro e em alguns locais ela é tão fina que cabe apenas o pé. É preciso se agarrar as pedras e passar como uma lagartixa (dessa parte nós nem temos fotos, de tanta concentração, haha). Mas em 10 minutos já se chega ao topo.

A trilha leva direto ao alto da cachoeira. De lá podemos observar que a água realmente entra por um buraco na pedra, e segue para a queda. Quando o volume de água está alto não é possível ver esse curso.

Logo antes do início da queda da Cachoeira de Santo Antônio, existe um poço com uma pequena queda. Um lugar muito bonito, onde aproveitamos pra dar uns saltos.

Ao descer, o ambiente estava ainda mais lindo… Ao entardecer, o sol colore o paredão com um ton laranjado forte e quente.

IMG_9527.jpg (975×1300)

 

Localização

Nós erramos o caminho (pra variar). Dica: Nunca confiem no GPS ao visitar uma cachoeira.

 De novo: Nunca confiem no GPS ao visitarem uma cachoeira!

Na ída, seguimos até Raposos/MG para continuar até a cachoeira, segundo dicas que recebemos.

O fato é que o GPS estava nos mandando pro outro lado do rio! Totalmente diferente da estrada que deveríamos seguir.  Porém começamos a perguntar pelas ruas de Raposos e então encontramos a estrada correta.

O estado da estrada por Raposos estava péssimo. A estrada é fina, com muito talco de poeira (boa para trilheiros, mas não para carros comerciais).

Então a nossa dica, é que você:
1) Siga até Caeté/MG;
2) Depois siga até
 o distrito de Morro Vermelho (pergunte a algum morador, caso necessário);
3) e de lá, pergunte a algum morador qual a estrada até a cachoeira.

 

Aí sim fica fácil chegar. A estrada de terra por Morro Vermelho estava bem melhor, além de ser mais larga. São poucos km de diferença, além de mais segurança e tranquilidade.

 

 

Curtiu? Deixa um like aí, pra gente saber 😉

Marcado com , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *